a abadia de northanger

Eu li - A Abadia de Northanger

terça-feira, março 05, 2019

Título: A Abadia de Northanger
Original: Northanger Abbey
Autor: Jane Austen
Número de páginas: 272
Ano: 2011
Tradução: Rodrigo Breunig
Editora: L&PM
Catherine Morland é uma ingênua mocinha de dezessete anos, viciada em livros repletos de desventuras horripilantes e amores trágicos. Da vida, ela sabe apenas o que leu nos romances. Até que sai de seu obscuro vilarejo natal para passar uma temporada em Bath, estação balneária frequentada pela aristocracia inglesa, onde, entre bailes excitantes, conhece um cavalheiro encantador e outro insuportável. De Bath, como em um sonho, ela vai para uma abadia. A antiga construção, porém, revelará sinais misteriosos, indícios de que já foi cenário, no passado, de um crime medonho. Exatamente como ela lera nos livros. 
A jovem e sonhadora Catherine Morland há pouco havia se tornado moça, então finalmente poderia frequentar os eventos que toda garota da idade dela participava. Ansiosa por uma experiência parecida com as histórias dos livros que lia e tanto adorava, ela recebe o convite de um casal de vizinhos e amigos para passar uma temporada em Bath.

Na cidade litorânea recheada de bailes e reuniões da alta sociedade, Catherine conhece a animada e espontânea Isabella, e prontamente elas se tornam amigas, principalmente pelo gosto em comum de ambas por romances góticos. Outra coincidência entre elas era o fato de que o irmão de Catherine era amigo e colega de faculdade do irmão de Isabella.

Mais tarde, Catherine também acaba conhecendo e se encantando por Henry Tilney, um homem de família rica e de bastante influência. Porém, quanto mais ela procura a companhia do adorável Henry, mais o Mr. John Thorpe, irmão de Isabella, a persegue com suas conversas fiadas.

E se já era difícil fugir das gabolices de John, ficaria muito pior depois que Isabella assume um noivado com o irmão de Catherine.

Contudo, os ventos do destino começam a soprar em seu favor quando a família Tilney a convida para passar uns dias na Abadia de Northanger, a famosa abadia que relembrava os cenários dos livros que ela tanto lia!


Assim como nos outros livros da Jane Austen, os costumes do século XVIII são abordados de forma bastante irônica.

As pessoas se importavam demais com as aparências, e disfarçavam descaradamente a realidade sobre as suas reais condições financeiras. Vemos bastante disso no personagem John Thorpe, que sempre exagera ao exaltar seus bens a quem quiser ouvir.

Era muito importante também frequentar os bailes e outros eventos sociais, e as moças de famílias mais humildes precisavam ter a sorte de conhecer alguém influente para poder fazer parte da "alta sociedade" e, quem sabe, conseguir um bom casamento.

É um pouco triste, de fato, saber que a única alternativa para a mulher daquela época era se casar com um homem de posses. Mas as protagonistas como Catherine Morland são exemplos de personagens fortes e inteligentes; elas sabem que merecem mais da vida e mesmo sofrendo adversidades, conseguem dar a volta por cima e encontrar alguém que realmente as amam.

A Abadia de Northanger possui um ritmo mais rápido em relação aos outros livros da autora, mas considero uma leitura bastante válida, pois é prática e divertida. Além disso, a Catherine é uma personagem leitora, portanto ela ganhou mais alguns pontinhos comigo rsrs

Recomendo!

You Might Also Like

13 comentários

  1. Oi, Ana.
    Tenho muita vontade de ler outros livros da Austen.
    Gostei dessa sua edição da foto!
    É mesmo triste pensar sobre a falta de opção das mulheres daquela época!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ana!
    Nunca me interessei em ler os livros da autora, mas esse me pareceu mais atraente do que outros ao conferir a sua resenha. Não sou muito fã de histórias românticas, por isso saber que o livro traz uma boa abordagem sobre a sociedade do século XVIII e uma protagonista à frente de seu tempo, faz com que eu me interesse mais por ele do que se fosse apenas uma história de casal. A resenha ficou fantástica e atraiu minha atenção para o livro. Beijos!

    Jéssica Martins
    castelodoimaginario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, Ana.
    Esse livro parece ser bem curtinho e mais rápido de ler, uma pena eu não ter o adquirido ainda.
    Fiquei com pena da personagem por causa do irmão da amiga dela, coitada, deve sofrer com a perseguição, hahaha.
    A Abadia deve ser um lugar realmente lindo, já fico até imaginando os detalhes do local. Dica anotada!

    ResponderExcluir
  4. Oi Ana!
    Adoro os livros da Jane Austen, como você mesmo escreveu ela é irônica em sua escrita. Ainda não conhecia esse livro, mas fiquei intrigada e curiosa como Catherine vai se livrar do Mr. Jhon kkk. Parabéns pela resenha, obrigado pela dica, bjs!

    ResponderExcluir
  5. Sinceramente acho as histórias escritas pela autora encantadoras, principalmente em relação ao fato de aborda as características daquela época de forma irônica, e abordando a mulher já a frente de seu tempo, tentando sempre romper os padrões sociais da época. No entanto sei que será uma leitura que irá se arrastar para mim, e que não vou me sentir cativada o bastante para dar continuidade por isso acabo nunca dando uma chance a suas obras.

    ResponderExcluir
  6. Oi Ana! Que delícia ler essa resenha de um livro da Jane! Estou lendo Jane Eyre e estou morrendo de amor! Saber que tem mais uma personagem assim, forte e que sabe que merece mais que um casamento arranjado é muito gostoso! Mal posso esperar pra ler!

    Bjoxx ~ Aline ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  7. Oi! Gostei muito de saber que esse livro tem uma pegada um pouco menos romântica, e tem um foco maior na vida da protagonista e em como ela gosta de viver e as coisas que ela faz e sua vida num geral. Não li nada dessa autora, e gostaria muito de começar uma história que não vai me cansar por ser mais dinâmica. Obrigada pela resenha!

    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com ♥ ~

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Eu tenho esse pocket de livros da Jane Austen, mas só li Orgulho e Preconceito. Preciso ler esses livros, acho que temos sorte de podermos optar por relacionamentos e tantas outras coisas que eram privadas naquela época.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  9. Eu sou apaixonada pelas histórias da Jane Austen, então, é claro que esta história já estava nos meus planos de leitura. Faz até parte das minhas metas deste ano.

    Todavia, a verdade é que eu não sabia quase nada sobre a história e amei saber que a Catherine é apaixonada por livros! Ela ganha TODOS os pontos comigo por conta disso!kkkkkkkkk...

    Não consigo adivinhar por qual dos dois rapazes ela vai acabar se apaixonando, mas quando eu leio Jane Austen nem é o romance o que mais importa e sim a ironia inteligente que ela sempre usa para criticar a sociedade da época. Amo demais esta autora!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Oi Ana,
    Romances de Época não é muito a minha praia, mas li Orgulho e Preconceito e amei! Como li resenhas bem divididas dos outros livros de Jane Austen, acabei desistindo de ler pra manter a ótima imagem que tive do romance de Elizabeth Bennet e o Sr. Darcy. Eu gostei muito da tradução feita pela editora L&PM.
    Com amor, André
    Garotos Perdidos

    ResponderExcluir
  11. Oi, Ana! Já li A Abadia e realmente é uma leitura rápida. Ouso dizer que Mr. Tilney é um personagem tão marcante quanto Mr. Darcy. Adoro!
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  12. Olá Ana!!!
    Eu amo Austen e sim esse é um dos livros com mais ritmo da autora, e como não nos identificarmos com uma personagem que gosta de ler.
    Eu gosto das personagens femininas de Austen que mesmo com toda a situação da época elas se impõem e são felizes.
    Adorei a resenha!!!

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Este é o único livro da Austen que eu ainda não li e preciso muda risso. Gostei desta atmosfera de terror e o fato do livro ser mais rápido que os outros me deixa animada.
    beijos

    ResponderExcluir

Adoraríamos saber o que você achou do post!