chic lit

Eu li - Los Angeles

terça-feira, fevereiro 12, 2019

Título: Los Angeles
Original: Angels
Autor: Marian Keyes
Número de páginas: 490
Ano: 2013
Tradução: Renato Motta
Editora: Bertrand Brasil

Diferente do resto de sua família, Maggie Walsh sempre foi a irmã mais certinha de todas, em tudo, a santa que andava sempre na linha. Pelo menos até o dia que largou o marido e foi para Hollywood! Em L.A., roupas sofisticadas, pessoas magérrimas e emperiquitadas e festas bem frequentadas são presenças constante, e acreditem: até as palmeiras ao longo das calçadas são magras. Ao se hospedar com a sua melhor amiga, Emily, uma roteirista raladora, Maggie começa a fazer coisas que jamais fizera antes, tipo se enturmar com estrelas de Hollywood e até mesmo usar meias-calças na cabeça para firmar o penteado e fazer apresentações de roteiros para produtores de cinema na maior cara-de-pau - e mais, muito mais! Assim, conhece o misterioso Troy, um homem tão antiaderente, que é conhecido como Teflon Humano. Acompanhe Maggie em sua jornada (de descobertas) com as estrelas dos subúrbios sofisticados de L.A. ao bronzeado deslumbrante que só se consegue nas praias da Califórnia, engolindo mágoas e, de quebra, muitos martínis, enquanto procura o que realmente quer da vida e qual o verdadeiro motivo de ter pulado fora do casamento.

Margareth costumava ser um modelo de comportamento, pois desde sempre se mostrou responsável, educada, tirava as melhores notas na escola e até se casou com o namorado da adolescência. Resumindo, ela era filha perfeita e a irmã mais "normal" da família Walsh.

Mas parece que a única com algum escrúpulo resolve abandonar tudo na Inglaterra, inclusive seu casamento de nove anos com Garv, e ir morar em Los Angeles com a melhor amiga Emily, uma roteirista de filmes que vive buscando um espacinho no enorme e badalado universo de Hollywood.

Aos poucos Maggie vai relembrando o passado, desde os mais remotos tempos de colegial, até os mais recentes, onde passou a ficar descontente com o trabalho, a pressão involuntária sobre si mesma para ser mãe e com a desconfiança sobre a infidelidade de Garv.

Enquanto isso, no presente, ela começa a viver as maiores loucuras ao lado de Emily e se vê balançada ao conhecer Troy, um homem charmoso e conquistador.

Sem saber direito o que pretende fazer da vida, Margareth irá encarar situações inusitadas de forma divertida e inconsequente e, pela primeira vez em anos, sem se preocupar em bancar a certinha e careta  Maggie Walsh de antes.


A história é narrada em primeira pessoa, sob o ponto de vista da protagonista Maggie. É uma versão interessante da personagem que é taxada pelas suas irmãs Claire e Rachel (nos livros Melancia e Férias) como uma mulher insuportavelmente impecável.

Porém, ao longo da narrativa vamos conhecendo mais a fundo sobre a verdadeira Margareth e o que a levou a tal situação. Percebemos então que ela não é aquela pessoa perfeita e equilibrada que todos pensavam que era. Ela aparece como uma mulher sentimental, mas que não demonstra suas emoções,  pois enfrentou sozinha e calada, durante muito tempo, os seus demônios internos e as consequências dos erros do passado.

E mais uma vez, de forma leve e descontraída, a autora trata de um assunto sério e delicado (só não vou citar aqui qual é para não soltar spoiler rsrs). Quando pensamos que será apenas mais um romance "água com açúcar", somos surpreendidos com uma trama instigante e bem construída.

Assim como as outras irmãs, Maggie mostra que também possui o bom humor dos Walsh. E com a participação mais do que especial de alguns membros dessa família doida de pedra, a leitura se torna ainda mais divertida.

O livro é o terceiro volume da série "Irmãs Walsh" e cada obra traz a história de uma irmã diferente, mas é possível haver algum ou outro spoiler, caso seja lido fora da sequência.







You Might Also Like

4 comentários

  1. Não conhecia, gostei da premissa. ótimo blog! ;)

    Blog: O Planeta Alternativo

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana.

    Ainda não tive a chance de conhecer a escrita da autora. Apesar de ter adorando sua opinião sobre esse livro, vou começar pelo Melancia. É o único que tenho aqui em casa será muito bom para conhecer a escrita dela. Também vou adicionar este livro na minha lista de desejados. Obrigada pela dica.

    Bjos
    https://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Ana, tudo bem? Eu amo essa família! Claro que Melancia segue sendo o meu favorito, mas essa família toda é muito incrível haha eu nao lembro ao certo se li Los Angeles, porque faz muito tempo e tal, mas gostei bastante de conferir as suas impressões a respeito.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ana! Eu sou apaixonada pela escrita da autora, desde que li Melancia ela ganhou meu coração. Mas confesso que estou com muitos livros dela ainda para serem lidos. Amei a resenha de Los Angeles! :)

    ResponderExcluir

Adoraríamos saber o que você achou do post!