Especial Harry Potter

Eu li - Harry Potter e as Relíquias da Morte

sexta-feira, outubro 05, 2018

Título: Harry Potter e as Relíquias da Morte
Original: Harry Potter and theDeathly Hallows
Autor(a): J.K. Rowling
Número de páginas: 552
Ano: 2007
Tradução: Lia Wyler
Editora: Rocco

Voldemort está cada vez mais forte e Harry Potter precisa encontrar e aniquilar as Horcruxes para enfraquecer o lorde e poder enfrentá-lo. Nessa busca desenfreada, contando apenas com os leais amigos Rony e Hermione, Harry descobre as Relíquias da Morte, que serão úteis na batalha do Bem contra o Mal. Ação eletrizante conduzida com maestria por J. K. Rowling, concluindo os passos de herói de Harry Potter na maior saga bruxa de todos os tempos.
Atenção! Contém spoilers dos livros anteriores.


Enfim Harry e seus amigos sabem exatamente o que devem fazer para derrotar de vez o cruel Voldemort, mas a tarefa não será nada simples.

Para começar, a Ordem da Fênix precisou de um plano muito bem pensado para transportar Harry com segurança da casa dos tios para um abrigo mais seguro, e quase tudo vai por água abaixo com a perseguição dos Comensais da Morte.

Mais tarde, durante os preparativos para o casamento de Gui e Fleur nA Toca, Harry, Rony e Hermione recebem objetos um tanto estranhos herdados do testamento de Dumbledore, mas eles imaginam que poderão ser úteis de alguma forma para a missão que ele lhes atribuiu.

Após o casamento, uma série de planos e fugas começou a se formar. Enquanto o universo bruxo estava tomado por Voldemort e os seus comensais, o trio precisaria encontrar as outras horcruxes do Lord das Trevas e destruí-las de uma vez por todas, pois qualquer indício delas representava a sua imortalidade.

E entre o encontro com antigos conhecidos, a redescoberta de uma lenda bruxa antiga sobre relíquias, parece que a vida dos amigos está por um fio a cada capítulo, mas com bravura, destreza e apoio de onde se menos espera, talvez o impossível se tornará possível.


O que falar desse desfecho maravilhoso?

De crianças a adultos, a saga do bruxinho diverge bastante opiniões, mas, como já citei várias vezes aqui no blog, para mim a escrita da J.K. é genial. Simples, mas encantadora, ela nos prende em sua teia muito bem amarrada, com revelações estarrecedoras e personagens inesquecíveis.

Mesmo após anos do término da saga, a autora continua alimentando o fandom com novas informações por trás do universo bruxo. É como se ele fosse real e infinito...


You Might Also Like

1 comentários

Adoraríamos saber o que você achou do post!