citações

Sexta "entre aspas" #43 - Planeta Brutal

sexta-feira, maio 11, 2018


Olá, bonitos! Tudo bem?

Hoje trago citações do incrível Planeta Brutal (confira a resenha aqui), uma distopia que se passa em ambiente brasileiro e nos mostra uma dura realidade.

A obra faz várias reflexões e divagações por parte da narração dos personagens, portanto encontrei vários quotes interessantes durante a leitura.

Espero que gostem :)

“Na verdade, creio que esta sempre foi a sina da humanidade: caminhar sem parar, sem rumo certo e aparente. A vida se repete incessantemente, um destino cíclico, entediante e sem graça. Corremos na angústia de fugir de nossos problemas, tentando afugentar nossos demônios, ignorar o sofrimento. Corremos para continuar vivos.”

“Porém, ignorar e perder o conhecimento obtido por milênios pode ser muito prejudicial à raça humana. O saber é o que nos difere dos animais e das imundícies que nos cercavam, ao abandonar a sabedoria, abandonamos a humanidade e nos tornamos feras mortais que agem por instinto, matam os semelhantes e destroem a Terra.”


“Certas coisas mudam com o decorrer do tempo, outras continuam iguais. Penso ser a forma mais natural de girar o mundo, nem tudo deve permanecer inalterado, enquanto que há aquilo que merece ser modificado e anseia por modificação.”

“Raiva, ira e ódio, sentimentos poderosos que não podem ser negligenciados, adormecidos ou ignorados. Em momentos frustrantes e de pura impotência diante das dificuldades, é a raiva que nos fortalece, a ira que nos ergue do pó e é somente pelo ódio que conseguimos seguir em frente. Quando o mundo se desfaz em pedaços, o amor e a compaixão se tornam irrelevantes.”

“Acho que somos parecidos com a chuva, somos levados de um lado para o outro do céu, sem darmos conta de que um dia iremos cair fortemente contra o solo e, na queda, espatifarmos.”





You Might Also Like

0 comentários

Adoraríamos saber o que você achou do post!