Olá, galerinha! Tudo bem com vocês?

Hoje é dia de citações, e como estava muito ansiosa para fazer esse post, e sobre esse livro, acabei tendo que adiar um pouco mais a resenha dele. Mas haverá em breve, isso eu garanto!

Os quotes da vez são dedicados ao #SetembroAmarelo, pois Garota, Interrompida conta a história da jovem Suzanna Kaysen e de como foi a época em que ela ficou internada em um hospital psiquiátrico. Naquele tempo as clínicas faziam tratamentos muitas vezes terríveis com os pacientes, mas o pior era enfrentar o preconceito da sociedade.

Conheçam então um pouquinho das ideias e pensamentos da autora:

“Às vezes, o mundo do qual vivemos nos parece vasto e ameaçador, trêmulo e instável como uma imensa gelatina; outras vezes, é uma miniatura fascinante, girando, reluzente, em sua órbita. De uma maneira ou de outra, não há como descartá-lo.”

“As cicatrizes têm personalidade. Não são como a pele da gente: não mostram a idade ou alguma doença, a palidez ou o bronzeado. Não têm poros, pelos ou rugas. São uma espécie de fronha que protege e esconde o que houver por baixo. Por isso as criamos. Porque temos algo a esconder.”

“Não importa onde estivéssemos, qualquer lugar era o lugar errado.”

 “Se eu, que antes era repulsiva, agora estou assim tão longe da minha loucura, quão longe não estarão de vocês, que nunca foram repulsivos, e que profundezas não terá alcançado a sua repulsa?”

“Vazio e tédio: era dizer pouco. O que eu sentia era uma total desolação. Desolação, desespero e depressão.”

“ [...] Desejamos que o sol nos faça jovens e belos, desejamos que nossas roupas reluzam e deslizem sobre nossa pele e, acima de tudo, desejamos que todos os nossos conhecidos possam se iluminar com um simples olhar nosso [...].”


É isso galera. Espero que tenham gostado! Beijão e ótimo final de semana!

Deixe um comentário

Adoraríamos saber o que você achou do post!