Título: Quando Eu Era Invisível
Original: Ghost Boy
Autor: Martin Pistorius
Número de páginas: 272
Ano: 2017
Editora: Astral Cultural

Livro cedido pela editora parceira Astral Cultural


Até aos 12 anos, Martin Pistorius era um menino igual aos outros, feliz e saudável. Ninguém nunca imaginaria que um dia ele fosse adoecer gravemente e que, em pouco tempo, pararia de andar e falar. Para os médicos, Martin tinha entrado em estado vegetativo. Porém, lentamente, Martin começou a recuperar a consciência e a perceber tudo o que acontecia ao seu redor. Preso em seu próprio corpo, ele era incapaz de mostrar isso para a sua família e àqueles que cuidavam dele. Depois de 12 anos de encarceramento, Martin conheceu Virna, uma terapeuta que viu além do corpo preso a uma cadeira de rodas e que apenas movia os olhos. Ela conseguiu enxergar um ser humano na plena posse das suas faculdades mentais. Este foi apenas o princípio de um extraordinário renascimento e o primeiro impulso para que Martin despertasse, gradualmente, para a vida. De um menino que dependia completamente dos outros, Martin Pistorius transformou-se em um homem independente, que se formou na faculdade, conseguiu um emprego e casou com o amor da sua vida. A vida de Martin é uma surpreendente história real de superação que vai mexer com todas as suas emoções. Você vai torcer, chorar e reconhecer nele uma inspiradora força de vontade para realizar o impossível.


Quando Eu Era Invisível conta a história de Martin Pistorius, um homem que quando tinha 12 anos teve uma doença que o deixou em estado vegetativo. Até hoje os médicos não conseguem explicar o que foi que aconteceu a ele, e também não entendem como, depois de 12 anos daquele jeito, Martin voltou a 'vida'. Obviamente ele não estava morto, mas certo dia Martin começou a entender o que as pessoas a sua volta diziam, aprendeu a contar as horas pelo sol e criou um mundo inteiro só para ele, já que, por sua condição (ele não andava ou falar e não conseguia fazer muito mais do que piscar, sorrir e mexer um pouco a cabeça) ninguém sabia que o menino havia despertado ali dentro e agora voltara a compreender o mundo a sua volta.

Confesso que foi angustiante ler sobre o tempo (longos 12 anos) em que ele passou preso ao próprio corpo, sem mais ninguém saber que ele estava completamente ciente do mundo a sua volta. Mas o mundo não é de todo ruim, certo dia Martin conheceu Virna, uma terapeuta que passou a tratar dele, e percebeu que ele era muito mais do que uma casca oca. Após alguns testes Martin começa aos poucos a ser reinserido na família e na sociedade. Através de um programa de computador o garoto invisível ganha uma voz e cada vez mais surpreende por sua inteligencia.
"Pensam que sou uma casca oca, por isso tenho ficado sentado aqui escutando Barney ou O Rei Leão dia após dia durante os últimos nove anos; e, quando eu pensava que a programação não poderia ficar pior do que isso, eis que chegam os Teletubbies."



Outro fato super interessante sobre Martin é que ele não lembra de absolutamente nada de antes de adoecer, é como se a vida dele tivesse começado no momento em que o corpo voltara a responder a seus estímulos. Eles se alfabetizou sozinho e também aprendeu a mexer com computadores de forma autodidata e assim conquistou seu primeiro emprego.

Kit lindo que ganhei da Editora Astral Cultural

A história de Martin Pistorius é incrível e cheia de altos e baixos. Apesar da idade avançada ele ainda era super dependente da família e de todos a sua volta, mas aos poucos foi entendendo que, ao ganhar novamente sua voz, ganhou um espaço no mundo e poderia fazer muito mais por ele mesmo.


Não vou mentir, o livro me tocou de formas inacreditáveis. Como foi o próprio Martin que escreveu, temos sentimentos muito puros e verdadeiros a cada paragrafo. A narrativa não é totalmente linear, então as vezes requeria um pouco mais de atenção para saber se falava de quando ele ainda não fora diagnosticado ou uma continuação do que ele estava contando a pouco, mas de forma alguma isto atrapalha a compreensão ou a magnitude desta história de superação.

Recomendo a leitura ao publico jovem-adulto para cima, apesar de que vi uma ótima oportunidade de tratar o bullying através da história. Àqueles que tem medo de sair da zona de conforto, eu posso dizer que este livro é ótimo para isto. Envolve, faz pensar e em nenhum momento se torna chato. É como se fosse uma história da literatura contada em primeira pessoa, mas, neste caso o personagem é real e passou por tudo aquilo que conta.

Já disse e repito. A história é ótima e nos faz pensar sobre assuntos que muitas vezes são indiferentes nas nossas vidas.

O livro foi lançado no Brasil pela Editora Astral Cultural e pode ser adquirido AQUI.


10 Comentários

  1. Nossa esse livro parece ser bem diferente, amei sua resenha, e eu não conhecia este livro.
    Gostei de saber que a história é contada pelo próprio Martin, deve ser cheia de emoção.

    Beijos Ariane
    Blog LivrosdaNane

    ResponderExcluir
  2. Ola, tudo bom?
    Nunca li nada remotamente parecido com esta história, acho que eu me surpreenderia com a leitura. Fiquei intrigada com o fato dele ter ficado 12 anos em coma, meu deus, que agonia imaginar isso! Mas pelo que vi, a história vale muito a pena. Otima análise!
    Beijos, Yasmim.

    Blog: http://literarte.blog.br/
    Insta: instagram.com/blogliterarte/

    ResponderExcluir
  3. Oi tudo bem?
    Já tinha visto esse livro por aí mas nunca de fato parei para ler nada sobre, pela sua resenha pude sentir que é um livro diferente e muito emocionante aqueles que tocam a alma né? Vou ler em breve.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Nina,
    Eu já tinha ouvido falar brevemente desse livro, mas nunca tinha lido resenhas, e essa sua resenha me despertou um grande interesse em ler o livro. Parece ser um história agonizante não sei.

    Beijos,
    Garota Perdida nos Livros

    ResponderExcluir
  5. Olá tudo bem?
    Realmente parece ser um livro muito interessante e eu acho que também ficaria angustiada em ler cenas de um menino preso no próprio corpo há doze anos. Fiquei curiosa para saber o desfecho. Já quero ler!

    beijinhos!

    ResponderExcluir
  6. Oi,
    Adorei a sua resenha sobre o livro. Fiquei morrendo de vontade de ler o livro e saber mais sobre a história de Martin Pistorius, que é o próprio autor. Já quero o livro para ontem.
    Abrçs

    ResponderExcluir
  7. Oi, Nina
    Gostei da dica. Eu curto livros que nos fazem refletir sobre algo e o bullying é um assunto bem válido. Fico contente que tenha gostado. Leria o livro sem problemas. Ótima resenha.

    Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
  8. Olha, não conhecia a história, mas sua resenha me deixo bem curiosa....
    A história parece ser bem fascinante e estou com bastante vontade de ler e conhecer essa história.

    Obrigado pela dica!

    beijinhos!!

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  9. Já li alguns livros nesse estilo (escrito em primeira pessoa e história real) e com certeza acabam tendo um drama que toca às emoções dos leitores. Nem sempre estou preparada para esse tipo de leitura, costumo lê-las quando estou com o emocional equilibrado. Mas enfim com certeza histórias de superação nos inspiram a valorizar o que temos e ter mais cuidado no dia a dia. Parabéns pela leitura e valeu pela indicação!!!

    Leituras, vida e paixões!!

    ResponderExcluir
  10. Esse livro parece fascinante, é realmente incrível! Cheguei a arrepiar aqui enquanto lia sua resenha, ficou perfeita, muito obrigada pela recomendação!

    Beijos!

    ResponderExcluir

Adoraríamos saber o que você achou do post!