Título: Os últimos Casos de Miss Marple
Original: Miss Marple's Final Cases
Autor (a): Agatha Christie
Número de páginas: 185
Ano: 2015
Tradução: Márcia Knop e Pedro Gonzaga
Editora: L&PM Pocket

Miss Marple, a simpática velhinha que adora tricotar e passou a vida em St. Mary Mead, tem um faro apurado para o crime. Mesmo naquelas situações em que uma morte parece natural ou quando todos acreditam tratar-se de um acidente, ela não consegue deixar de notar algo suspeito.

Miss Marple, para quem ainda não conhece, é uma velhinha muito observadora que mora na pequena cidade de St. Mary Mead. Nesse vilarejo fictício, é onde se desdobram várias cenas de investigação resolvidas por Marple, uma das personagens mais famosas e queridas, criada pela rainha do crime Agatha Christie.

Os Últimos Casos de Miss Marple reúne sete contos onde a presença de Miss Marple se faz necessária para a resolução de situações misteriosas e difíceis de resolver. Os outros dois contos que vêm como bônus nessa edição, não falam sobre crimes a serem resolvidos, mas apresentam certo ar de mistério de fatos sobrenaturais e inexplicáveis pela lógica.

Santuário

Um homem chega ferido em uma igreja e Bunch, a esposa do vigário, presencia o fato e ouve suas últimas palavras. Bunch pedirá ajuda à sua velha tia que é perita em resolver casos assim. A tia é nada mais nada menos do que Miss Marple, que rapidamente arma um plano para pegar o(a) assassino(a).

Uma piada incomum

O casal de jovens Edward Rossiter e Charmian Stroud tem certeza absoluta que seu tio havia deixado uma fortuna escondida para eles antes de morrer. O problema é que já tinham procurado o “tesouro” em todos os lugares possíveis. Bom, quase todos os lugares possíveis, pois Miss Marple irá encontrar no lugar mais improvável uma herança mais improvável ainda.

O caso da fita métrica

No vilarejo de St. Mary Mead, um crime premeditado e a sangue frio já parece bastante óbvio. O marido de uma mulher com uma rica fortuna parece ter se livrado dela para herdar tudo, mas a simpática e irreverente velhinha Miss Marple irá investigar no passado outra razão para a morte da senhora Spenlow.

O caso da zeladora

Miss Marple está de recuperação no hospital e recebe a medicação perfeita para seu estado: um envelope contendo uma história a ser investigada. A história verídica apresentada pelo médico de Miss Marple, conta sobre o fato que aconteceu com um homem rico, de precedência duvidosa. Ao se mudar com a nova esposa em um casarão herdado por ele, a antiga zeladora, que parece ter enlouquecido após ter sido mandada embora, joga uma maldição no casal. Pouco tempo depois a esposa daquele homem morre em um acidente, que não parecia tão acidental assim.

O caso da criada perfeita

A criada de Miss Marple afirma que sua prima havia sido acusada de ter roubado um broche das patroas e por essa razão acabara perdendo o emprego. Miss Marple resolve visitar as irmãs que tinham feito tal coisa, por acreditar piamente na inocência da moça. Na segunda visita a casa, Marple é atendida por uma nova empregada considerada perfeita pelas patroas. Mas para os olhos da velhinha observadora ninguém pode ser considerado tão perfeito assim.

Miss Marple conta uma história

Um homem estava sendo acusado de ter matado a esposa durante a hospedagem do casal em um hotel e pede ajuda, por intermédio de um amigo, à Miss Marple para tentar tirá-lo dessa. Com um pouco de raciocínio e breves descrições do ocorrido e das pessoas envolvidas, Miss Marple consegue mais uma vez desvendar um crime de forma brilhante.


A boneca da modista

Ninguém que havia visitado a modista Alicia Coombe antes havia reparado em uma boneca que descansava em uma grande poltrona de veludo. A boneca parecia ter feições próprias de um ser humano, e mesmo quem não acreditava em possessão de objetos inanimados poderia negar que ela tinha expressões humanas. Com o passar do tempo as ajudantes da modista começaram a perceber que a boneca mudava de lugar sozinha. Eles a colocavam em um determinado local e algumas horas depois ela estava em outro. E estava sempre sentada, demonstrando que estava se sentindo à vontade. O caso não possui nada relacionado à investigação, mas deixa o leitor um pouco apreensivo com o teor “macabro” da história.

Através de um espelho sombrio

Durante sua hospedagem em uma pensão, um homem tem a visão de um assassinato de uma mulher.  Quando ele descobre que a mulher que havia visto era a irmã de um de seus amigos, resolve contar para a mesma, pois tinha se apaixonado por ela. A moça pareceu acreditar nas palavras dele, tanto que resolveu não se casar com o homem que aparentemente iria tentar matá-la. Os anos se passam e parece que a visão daquele homem não estava livre de acontecer.

A extravagância de Greenshaw

Greenshaw foi um homem que conseguiu juntar uma grande fortuna e construiu uma enorme mansão. Porém, ele havia investido tudo na casa e não deixou mais nada de herança para seus parentes. Sua única herdeira foi uma neta, que, depois da morte dele, passou a morar na mansão com uma governanta e um jardineiro. A sobrinha de Miss Marple tem a oportunidade então de produzir um livro sobre o velho Greenshaw e usar a documentação da casa para suas pesquisas, mas um assassinato acontece diante de seus olhos, e o que ela vê pode ser algo totalmente diferente do que parece.  É graças a Miss Marple que a verdade é revelada e quem está por trás do crime.

Assim como todos os outros livros de Agatha Christie, foi muito difícil descobrir quem era o(a) bandido(a) das histórias. A rainha do crime consegue prender a atenção do leitor em cada parágrafo, e sempre quando pensamos que sabemos o que vai acontecer ela mostra que estávamos enganados. Por isso considero a autora uma das minhas favoritas da vida, e indico imensamente a leitura tanto desse livro quanto das outras obras dela. É uma escrita muito envolvente.




A Nina e eu participamos do desfio "I Dare You - 2017". Eu cadastrei minha participação pelo meu perfil do Skoob (Ana Medeiros), mas estou postando minhas resenhas aqui também =)

Mês de Junho – Autor(a) famoso(a)






18 Comentários

  1. Oiii Ana tudo bem?
    Eu realmente ainda não li esse livro da Agatha e confesso pra ti que estou bastante animada para realizar a leitura, sei que será uma ótima pedida, aliás é a rainha do crime né, dica anotada!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Morgs!
      Espero que goste! Agatha arrasa em todos os livros. É impossível não gostar :)
      Beijão :*

      Excluir
  2. Tenho que dizer... eu não consigo curtir a escrita dela. O filme que está para sair estou curiosa, mas a leitura do gênero não me atrai muito, porém consigo sentir pela sua resenha o quanto gostou e o quanto gosta da autora, parabéns pela belíssima resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Karine! Que pena que não consegue curtir :(
      Mas o filme também estou curiosa *-*
      Beijos!

      Excluir
  3. eu adoro Agatha Christie, mas ainda nao tive oportunidade de ler esse titulo dela... gosto de Miss Marple, embora prefira Poirot... ^^
    A meta de vida é ter tudo dela publicado aqui e certamente chegarei nesse titulo, basta ter a chance de comprar ahahaha
    bjs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também prefiro Poirot, apesar de Marple ser legal também *-*
      Minha meta é a mesma hahaha. Bora, ficar falida?
      beijo!

      Excluir
  4. Olá, tudo bem?
    A Agatha Christie tinha o dom para escrever estórias surpreendentes, né? Eu li apenas dois livros dela e fiquei chocada com o final de ambos.
    No entanto, ainda não tive a oportunidade de ler nenhum dos livros protagonizados por Miss Marple, só os do Poirot. Mas vou deixar a dica anotada, porque deu para perceber que você gostou bastante e acredito que qualquer livro da Agatha Christie é uma ótima indicação.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Maria!
      Que bom que gostou! Concordo com você. Ela tinha o dom de prender nossa atenção como ninguém.
      Beijo!

      Excluir
  5. Oie
    eu ainda não li nada da autora por falta de oportunidade mas parece ser muito legal todos os livros, inclusive esse depois da sua resenha que em deixou bem instigada para ler, boa dica

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Mas, menina, não perde tempo e se joga! haha
      Espero que curta!
      Beijos!

      Excluir
  6. Oii
    Eu só li um livro da autora. Nem sabia que ela tinha contos. Achei bem legal, ainda mais por ter vários casos em narrativas mais curtas.
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Tem sim! Recomendo também Os Trabalhos de Hércules, que são contos dos casos de Poirot *-* Espero fazer resenha um dia aqui.
      Beijos!

      Excluir
  7. Olá,

    Não conhecia esse livro, mas gostei bastante da ideia dos contos. Tenho apostado em antologias neste ano e acho que iria apreciar essa obra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Espero que goste Viviane! Também adoro e acho uma ótima oportunidade para conhecer um autor.

      Excluir
  8. Agatha é maravilhosa, a autora é incrível, esse livro eu nunca li, mas conheço a escrita dela a amo.

    ResponderExcluir
  9. Lá no eu insisto estamos fazendo um desafio com a Agatha, então ver que vc tb tá foi muito divertido! Adorei a resenha e não tenho esse livro, já quero rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Angel! Fico feliz que tenha gostado!
      Ouvi falar do desafio, mas como já estava em dois esse ano iria ficar bem apurado para mim participar de mais outro rsrs
      Beijo!

      Excluir

Adoraríamos saber o que você achou do post!