Oi, meus queridos! Como vocês estão?
Por aqui tudo ótimo :)

Hoje resolvi falar um pouco sobre minhas metas quanto ao gênero clássico.

De acordo com o Dicionário Informal, clássico significa:

 “Obra artística que pode servir de modelo, cujo valor é universalmente reconhecido geralmente ligado às primeiras manifestações de tais obras.”

Não lembro bem ao certo como meu amor por esses livros começou, mas sei que depois que li uma versão condensada de Os Miseráveis devorei um clássico atrás do outro. Só que quanto mais o tempo foi passando, novas histórias foram sendo lançadas e acrescentadas também à minha enorme lista a ser lida um dia. Quando me dei conta descobri que vou precisar de mais 10 vidas pra conseguir ler tudo (kkkk)...

Enfim, os clássicos acabaram ficando um pouco de lado, mas estou disposta a reverter isso. Começando com essa lista que pretendo começar em breve:


1 - O Apanhador no Campo de Centeio 
O Apanhador no Campo de Centeio narra um fim-de-semana na vida de Holden Caulfield, jovem de 16 anos vindo de uma família abastada de Nova York. Holden, estudante de um reputado internato para rapazes, volta para casa mais cedo no inverno depois de ter recebido más notas em quase todas as matérias e ter sido expulso. No regresso a casa, decide fazer um périplo adiando assim o confronto com a família. Holden vai refletindo sobre a sua curta vida, repassa sua peculiar visão de mundo e tenta definir alguma diretriz para seu futuro. Antes de enfrentar os pais, procura algumas pessoas importantes para si e tenta explicar-lhes a confusão que passa pela sua cabeça. Foi este livro que criou a cultura-jovem, pois na época em que foi escrito, a adolescência era apenas considerada uma passagem entre a juventudade e a fase adulta, que não tinha importância. Mas esse livro mostrou o valor da adolescência, mostrando como os adolescentes pensam. (Fonte: Skoob)



2 - Pigmaleão  
O Pigmalião da mitologia antiga apaixona-se pela estátua que ele próprio esculpiu. A peça Pigmaleão, de George Bernard Shaw (1856 - 1950), conta a história de Eliza Doolitle, uma vendedora de flores ambulante na Londres do início do século 20. Sua linguagem é uma afronta à língua inglesa, seu vocabulário, paupérrimo e de baixo calão, e sua pronúncia, uma desgraça. Um eminente fonético impõe a si mesmo um desafio: reeducá-la e faze-la passar por uma dama da sociedade. Mas esse será apenas o início dessa comédia deliciosa em que Shaw denuncia as diferenças sociais e de classe. Neste livro Millôr Fernandes faz muito mais do que uma tradução. Enfrentando a enorme complexidade da obra de Shaw, Millôr adapta e recria, conseguindo a proeza de transmitir na íntegra o sabor e a genialidade do texto original. (Fonte: Skoob)

3 - ... E o Vento Levou 
E o vento levou, de Margaret Mitchell, traz a impressionante história da bela Scarlett O’Hara e de sua transformação de jovem impetuosa e mimada em mulher prática e disposta a tudo para conseguir o que deseja. Frustrada por não conseguir se casar com Ashley Wilkes, Scarlett acaba se envolvendo com o charmoso aventureiro Rhett Butler, com quem viverá uma das histórias de amor mais célebres e conturbadas da literatura.
Desta forma, Mitchell descreve de maneira impressionante a Guerra Civil Norte-americana e retrata as grandes mudanças que pavimentaram a história dos Estados Unidos e enterraram para sempre um estilo de vida. (Skoob)

4 - Admirável Mundo Novo 
A Terra agora se divide em dez grandes regiões administrativas. A população de 2 bilhões de seres humanos é formada por castas com traços distintivos manipulados pela engenharia genética: nos laboratórios são definidos os poucos dotados, destinados aos rigores do trabalho braçal, e também os que crescem para comandar. Não há espaço para a surpresa, para o imprevisto. O slogan "comunidade, identidade e estabilidade" sustenta a trama do tecido social. Estamos no ano 632 depois de Ford - aquele da linha de produção de automóveis - quando o amor é proibido e o sexo, estimulado. [...]
Este é, acima de tudo, um romance de ideias, que descreve as formas mais sutis e engenhosas que o pesadelo do totalitarismo pode assumir, e que resiste inexpugnável às interpretações político-ideológicas de esquerda ou direita suscitadas desde seu lançamento. Mundialismo, controle genético, adestramento comportamental e intoxicação coletiva não são dados soltos para a mente construir com eles uma utopia: são órgãos solidários e inseparáveis de um mesmo e único sistema. Onde quer que apareça um deles, os outros o seguirão, mais cedo ou mais tarde. A lógica deste romance imita e condensa a lógica da Historia. E Huxley, desenvolvendo a sensibilidade a ponto de criar esse retrato ainda hoje tão perturbador, tornou-se autor de um dos grandes clássicos da literatura mundial. (Fonte: Skoob)

5 - Jane Eyre 
Jane Eyre, romance de estreia da consagrada e renomada escritora inglesa Charlotte Brontë, narra a história de vida da heroína homônima. Quebrando paradigmas e criticando a realidade vitoriana da época, Jane Eyre desafia o destino imposto às mulheres e as posições sociais que elas deveriam ocupar. Recheado de características góticas, o romance possui personagens inesquecíveis e transformadores, como a figura do misterioso Rochester, patrão de Jane e peça vital da narrativa. (Fonte: Skoob)




E então, o que acharam? Já leram algum desses livros?
Não deixem de comentar!
Até a próxima!





16 Comentários

  1. Olá sempre quis ler o apanhador no campo de centeio, assim como o morro dos ventos uivantes que está na minha estante a um tempinho esperando o momento certo, adorei os livros selecionados!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom essas suas escolhas! De todos eu conheço: O Apanhador no Campo de Centeio & E o Vento Levou. Falam tão bem deles que até hoje confesso que nunca li, mas quero desfrutar delas.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  3. Estou me sentindo péssimo por só conhecer um dos clássicos que você citou.... Eu amo os clássicos! Sei lá por que razão, talvez seja por eles transporem a barreira temporal e nos impactar tão fortemente, apesar de terem sido escrito há tantos anos (séculos e tals). E O Vento Levou está na minha lista de "meta de leitura para a vida" e Jane Eyre acaaba de entrar para essa lista também. Beijos!!

    ResponderExcluir
  4. Oie, tudo bem?
    Nossa, eu reconheço que ando precisando ler mais clássicos.
    Da sua lista, eu também não li nenhum. Confesso que dois deles não me interessam muito não, mas estou doida para ler "Jane Eyre" e "Admirável Mundo Novo".
    Espero que você consiga ler todos esses livros e que sejam boas leituras!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem? Nem vou falar que não li nenhum dos clássicos hahaha Confesso que fujo um pouco desse gênero, mas sei a importância que ele tem. Dos citados o que mais tenho vontade é Jane Eyre porque né, de época e tudo mais haha Adorei <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Amo clássicos !!! E o vento levou é o meu favorito da lista.
    Desde pequena assisti o filme e sou apaixonada. Agora tenho os livros também em vol. 1 e 2
    Vale a pena conferir, bjoo

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Que bela postagem, da lista, não li Jane Eyre e Pigmaleão. Os outros são leituras de excelência em que a apreensão de significados depende do conhecimento de mundo do leitor.

    ResponderExcluir
  8. Eu apoio muito quem lê clássicos, mas tenho que assumir que não é minha pegada, eu particularmente não curto. Mas espero que você consiga e goste de todos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Não tenho o hábito de ler clássicos, mas sei que preciso mudar isso.
    Da lista que citou, um dos que pretendo ler é Admirável mundo novo. Outro que quero muito fazer a leitura é Moby Dick!
    Espero conseguir fazer a leitura de pelo menos um deles no decorrer desse ano!

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  10. Oie tudo bem? Também gostaria de ler mais clássicos, principalmente Jane Austen. Da sua lista "Admirável mundo novo" é o que eu mais quero ler.

    ResponderExcluir
  11. Oie
    eu me envergonho de ainda não ter lido Admirável mundo novo, preciso ler para ontem haha O apanhador no campo de centeio é muito bom, recomendo e espero que goste

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá, Ana! Tudo bem?
    Bela lista essa que você criou, desses livros tenho Admirável Mundo Novo, quero pegar O Apanhador no Campo de Centeio ... E o Vento Levou. Adorei a publicação!
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. E o Vento Levou é meio perturbador, mas ainda assim poder uma boa leitura. Você podia ler Guerra e Paz.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Menina, vou te falar que já ouvi falar e mt desses livros, mas nunca li nenhum, acredita?! kkkkkk
    Mas eu tenho mta vontade de ler 'E o vento levou'.
    Bjks!

    http://mundinhodahanna.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Ana, não li nenhum desses, mas com certeza o que está na minha lista é Jane Eyre.

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Dessa lista, o que mais eu tenho vontade de ler é "Admirável Mundo Novo".
    Boa sorte nas leituras!
    Beijos!

    http://ymaia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Adoraríamos saber o que você achou do post!