Título: Roverandom
Original: Roverandom
Autor: J.R.R. Tolkien
Número de páginas: 160
Ano: 2013
Tradução: Waldéa Barcellos
Editora: Martins Fontes

Sinopse: Em 1925, durante as férias, o pequeno Michael Tolkien perdeu, na praia, um cãozinho de brinquedo que ele adorava. Para consolá-lo, o pai, J. R. R. Tolkien, inventou uma história sobre um cachorro de verdade que é transformado em brinquedo por um mago e enviado por um 'feiticeiro-da-areia' à Lua e ao fundo do mar. Mais de 70 anos depois, as aventuras do cachorro Rover, também conhecido pelo nome de 'Roverandom', foram publicadas na Inglaterra. Elas foram organizadas a partir do texto original por Christina Scull e Wayne G. Hammond.

Rover é um pequeno cachorro feliz que adorava brincar com sua bola amarela no jardim. Era isso o que ele fazia quando apareceu um mago usando um chapéu verde com uma pena azul e pegou a bolinha do chão.  Rover fica zangado e sem nenhum ‘por favor’ ordena que lhe devolva.  

Como o cãozinho não teve educação, o mago também responde com grosseria e esconde a bola. Rover acaba mordendo e rasgando a calça do mago. Por esta razão, ele o transforma em um cachorrinho de brinquedo, e Rover fica ainda menor do que já era. Logo apareceram dois garotos e o levam para vender em um bazar, e na sua condição de brinquedo, não poderia fugir. 

Uma mulher então o compra e o leva para dar de presente ao seu filho. Ele adorou o cachorrinho que tinha olhar de pidão, e conversava com Rover no melhor “cachorrês” que conseguia, entretanto, Rover só ficava lá com aquele olhar de pidão.

Um belo dia, o menininho (chamado Menino 2) coloca Rover no bolso  e sai com seu irmão mais velho correr na praia antes do café da manhã.  O cãozinho a essa altura conseguia de mexer um pouco, então enquanto o garoto corria ele conseguiu saltar do bolso e cair na areia.

Com ajuda do feiticeiro-da-areia chamado Psamatos, Rover volta a se mover completamente, mas como não consegue retirar o encanto para deixar de ser brinquedo, o envia à Lua e mais tarde ao fundo do mar. Em ambos os lugares, Rover vive muitas aventuras, e como em cada lugar sempre tem outro cachorro chamado Rover, ele se torna Roverandom.


Durante as férias da família Tolkien na praia, em 1925, o filho do meio, Michael (com quase 5 anos na época) perdeu seu adorado cachorrinho de brinquedo na areia. O pai para agradá-lo cria então a história Roverandom, que mais tarde acabou sendo publicada (para a alegria dos fãs) e se tornando mundialmente conhecida.

Roverandom é o tipo de livro que foi escrita para criança, mas que os adultos se interessam. Lembra muito Alice no País das Maravilhas, com a mistura de seres fantásticos e uma busca incessante do personagem principal para voltar ao antigo lar.

A repetição de frases como forma de proibição, mas com um tom de conselho, é claramente comum nos livros de contos de fadas infantis e me chamou bastante a atenção:

“Não perturbe os raios de luar, e não mate meus coelhos brancos! E volte para casa quando sentir fome.” (p.31)

“Não perturbem os peixes-fogo; não mastiguem as anêmonas-do-mar, não fiquem presos em mexilhões e voltem para o jantar!” (p. 73)

Essa edição possui uma apresentação detalhada de como surgiu a ideia para escrever a história, revelando fatos e informações acerca do livro e a relação dele com outras obras de Tolkien.

Não poderia deixar de esquecer as ilustrações maravilhosas do autor, que enriquecem ainda mais o conteúdo da obra:



Mais uma vez fiquei encantada com o mundo mágico e fantástico criado por Tolkien. Recomendo muito! 


A Nina e eu participamos do desfio "I Dare You". Eu cadastrei minha participação pelo meu perfil do Skoob (Ana Medeiros), mas postarei minhas resenhas aqui também =)

Mês de Janeiro - Fantasia/Autor Inglês


38 Comentários

  1. Que história linda! Esse cara é um gênio! Ótima resenha, Ana! Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Valéria! Concordo plenamente rsrs Uma história mais encantadora que a outra...
      Beijos, querida =*

      Excluir
  2. Que livro incrível, eu ainda não o conhecia, ameeei saber mais sobre! <3
    Bisous,
    Blog Pequeno Muffin | Lara Reis
    www.pequenomuffin.com.br

    ResponderExcluir
  3. Que linda!
    Amei a forma que falou deste livro, que até agora era desconhecido para mim.
    Adorei mesmo e já vai para a minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Fico feliz que tenha gostado! *-*
      Tolkien recomendo para qualquer pessoa que ame ler.

      Excluir
  4. Oiee, tudo bem?
    Eu já tinha ouvido falar desse livro, mas nunca me inteirei muito sobre ele.
    Já li O Senhor dos Anéis, O Hobbit, agora na lista vem Silmarillion, os Filhos De Húrin e as aventuras de tom bombadil.
    Tolkien, como sempre, é capaz de escrever e surpreender tanto os mais novos como os mais velhos.
    Parabéns pela resenha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thai! Tudo ótimo!
      É uma leitura rápida e leve. Recomendo muito!
      Tolkien é incrível. Só lendo pra saber mesmo ;)
      Obrigada!

      Excluir
  5. Que legal!!
    Ainda não li nada do Tolkien, mas já vi essa capa muitas vezes, e por não conhecer achava que tinha relação com senhor dos anéis.
    Muito fofo ele escrever uma história para consolar o filho. kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thais! Fico feliz que tenha gostado!
      Esse, O Hobbit e mais outros livros foram escritos com a intenção de entreter os filhos dele :) Muito fofo, né...

      Excluir
  6. Estava completamente ignorante em relação a existência dessa obra, rs, e olha que é Tolkien, o pai do Senhor dos Anéis, rsrs.

    Ótima história, Ana! Gostei mesmo, inclusive do título.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehe, eu também não conhecia até ler O Senhor dos Anéis e adorado demais, então procurei saber das outras obras :)
      Fico feliz que tenha gostado! Muito obrigada!

      Excluir
  7. Acho a escrita de Tolkien um pouco maçuda (talvez devido à época da sua escrita), tanto que no Senhor dos Anéis fiquei-me apenas pelos filmes. No entanto, esta obra, que desconhecia completamente, e a sua resenha deixaram-me bastante curiosa, principalmente pelo facto de ser protagonizada por um cão! Vou procurar e ver o que acho!
    Obrigada pela dica. Beijos

    Pseudo Psicologia Barata

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bea! Fico feliz que tenha te instigado com a leitura de Roverandom rsrs Recomendo muito! Para quem acha O Senhor dos Anéis massante talvez se interesse mais por algo mais leve da escrita de Tolkien :)
      Beijos :*

      Excluir
  8. Bacana, eu não conhecia esse livro.
    Que coisa fantástica, por amor ao filho Tolkkien acabou escrevendo um livro.
    Me interessei, acho que vou colocá-lo na minha lista de leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jean! É muito legal. O Hobbit e mais outros livros também foram escritos para os filhos de Tolkien *-* Recomendo muito!

      Excluir
  9. Que bacana a ideia do pai, inventar uma história para consolar o filho!! Achei uma ótima sugestão de presente para eu dar aos sobrinhos. Vou anotar na minha lista! Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cidália! Fico feliz que tenha gostado! É uma ótima leitura!
      Beijo!

      Excluir
  10. Tolkien é o cara, consegue transformar qualquer história em algo incrível e que deixa o leitor fascinado por um novo mundo que ele descreve. Eu não conhecia Roverandom, mas lembrou um pouco mesmo Alice no país das maravilhas, principalmente pela fato de um cachorro falar e possuir todas essas aventuras. E que pai, não? Escrever uma história para o filho, queria eu, ter toda essa criatividade.
    Trouxa do Livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! É o cara mesmo :) Sou apaixonada pelas obras dele *-*
      Não sei porque não tinha lido esse livro antes rsrs

      Excluir
  11. Confesso, que nuuunca ouvi falar desse livro , porém após essa resenha ele acaba de entrar pra minha listinha no Skoob... Parabéns cara
    Bianca @compartilhandoleitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Elizabeth! Fico feliz que tenha gostado!
      Recomendo!

      Excluir
  12. Oi, Ana! Nunca tinha lido uma resenha desse livro, apesar de ele estar sempre em promoções por aí.
    Só li um livro do Tolkien até hoje e gostei bastante, quem sabe eu dê uma chance pra esse também...
    Gostei do novo layout

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mi! Sabe que sou louca pelos livros do Tolkien, então sou suspeita pra falar rsrs
      Todos que li são ótimos e cada um com seu encanto *-*
      Beijos

      Excluir
  13. Olá Ana!
    Achei a história bem interessante e não sabia que tinha sido escrito por Tolkien. No começo confesso que achei meio chata, mas depois que li todo o seu significado eu amei e se tiver oportunidade vou ler com certeza.
    sua resenha está muito boa.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Suelen! Fico feliz que tenha gostado!
      Muito obrigada! :)
      Beijos =*

      Excluir
  14. OOi!
    Mesmo com sua ótima resenha, a história não chamou tantoo minha atenção, porém, achei muito fofa a atitude do pai de criar a história. <3
    Beijoos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii!
      Que pena, Catrine. Mas espero que algum dia possa dar alguma chance para outras obras dele... São incríveis!
      Beijos :*

      Excluir
  15. Não conhecia o livro mas fiquei na maior vontade de ler. Ainda mais pelo seu comentário de que ele lembra um pouco Alice - e ainda tem ilustrações o que me pareceu deixar a obra ainda mais bonita e completa.
    Entrou para a lista de desejados :)
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lica!
      Que bom que tenha gostado! Fico muito feliz. Quase todos os livros que li do autor tem alguma ilustração dele. Fico encantada...
      Beijos

      Excluir
  16. Oi Ana.

    Que capa linda deste livro! Sua resenha deixou o livro mais encantado ainda e foi uma surpresa porque não imaginava que foi escrito pelo Tolkkien. Como adoro O Senhor do Anéis, não resta nenhuma dúvida que preciso conferir este livro. Entrou na lista de desejados.

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kênia! Fico feliz que tenha gostado!
      Espero que te agrade a leitura da obra!
      Beijos =*

      Excluir
  17. Olá.
    Tolkien não é para mim , tentei ler senhores dos anéis mais não deu .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Amanda. Que pena... O Senhor dos Anéis parece um pouco massante mesmo, mas O Hobbit e outras obras como Roverandom são mais leves de ler.

      Excluir
  18. Olá, já conhecia a obra, mas confesso que nunca me dei bem com a narrativa de Tolkien.
    Adorei sua resenha.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Obrigada! Fico feliz que tenha gostado!

      Excluir
  19. Oi Ana! Esses livros são mágicos, principalmente por terem esse lado escritos diretamente para as crianças e encantarem qualquer pessoa de qualquer idade! Adoro o autor, quem não adora?! É encantador, adorei a resenha! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Paula! Que alegria encontrar uma fã de Tolkien *-*
      Concordo em gênero, número e grau... É mesmo encantador.
      Obrigada! Fico feliz que tenha gostado!
      Beijos

      Excluir

Adoraríamos saber o que você achou do post!