Olá meus queridos seguidores e simpatizantes do blog!
A edição de Capas e mais capas desse sábado está voltado para os nossos maiores queridinhos... OS LIVROS! (uhul)
Sempre que vejo livros na capa de livros fico imaginando se o personagem principal é um leitor tão viciado como eu (hahaha)
A razão por ter escolhido essa temática é o fato da Bienal Internacional do Livro em São Paulo estar quase aí.
Então, pra quem vai ou não à Bienal, que tal se inspirar com essas belezinhas?


A primeira capa me chamou a atenção por causa do título Coração de Tinta. Todos esses ramos e flores na capa dão a impressão de ser uma história de fantasia maravilhosa, pois antes de ver a sinopse, imaginei que fosse parecido com o clássico A História sem Fim de Michael Ende.
Já o segundo livro parece ser um drama ou romance daqueles de chorar, pois a capa d'A menina que não sabia ler (vol. 2) sugere contato com a natureza, simplicidade, sentimentalismo...
O terceiro livro, apesar da capa ser fofinha, com várias lombadas de livrinhos, trata-se de assassinatos. Minha amiga da faculdade que já leu Um Corpo na Biblioteca achou maravilhoso. E eu, como fã número1 da Agatha Christie, acredito que a capa linda faz jus ao conteúdo do livro também.




Princesa mecânica tem a capa toda glamourosa e cheia de poder. O quê é aquele livro aberto e todo iluminado? Fora a mulher da foto, que está muito chique, com penteado chique e vestido chique... Muito glamour!

Um Best-seller pra Chamar de Meu tem aquela famosa capa que não tem fim. O livro da capa é a miniatura do livro, que é a miniatura da miniatura e por aí vai... Bem chamativa e muuuito fofinha. Será que tem algum livro da Marian Keyes que não seja fofo? Sou apaixonada por essas capas.
E como esquecer d' A Menina  que Roubava Livros? A mais famosa leitora da literatura *-* Essa edição com a capa do ficou bem delicada e romântica.


Deixei essas capas para o final porque tive o prazer de lê-los então posso fazer recomendação de leitura.
A capa de Tec... A História de um Escritor (resenha aqui) tem apenas um livro aberto. Coisa simples. Mas é essa simplicidade que achei bonita, uma vez que traz mais destaque ao assunto principal da história, por isso a escolhi .
Na capa de As Mentiras que os Homens Contam temos a caricatura do querido e mestre Veríssimo entre uma montoeira de livros (fofíssimo). Faz todo sentido, porque pra quem conhece as crônicas dele sabe que ele escreve sobre tudo. O cara tem um conhecimento de mundo incrível e as referências à arte, cinema, literatura, música estão sempre presentes em suas histórias.
E por fim, escolhi a capa dessa edição de O Mundo de Sofia porque: 1º é azul (minha cor favorita), 2º os livrinhos que aparecem são bem delicados e 3º a história é muito legal. Depois desse livro passei a ver a filosofia de uma forma diferente. Recomendo!


Então, galera? O que acharam das capas escolhidas? Já leram alguns desses livros? Conhecem mais livros com livros na capa?
Deixe seu comentário. Sua opinião é muito importante para nós.
Até a próxima!





Deixe um comentário

Adoraríamos saber o que você achou do post!