Título: No Mundo da Luna
Autora: Carina Rissi
Número de páginas: 476
Ano: 215
Editora: Verus

A vida de Luna está uma bagunça! O namorado a traiu com a vizinha, seu carro passa mais tempo na oficina do que com ela e seu chefe vive trocando seu nome.Recém-formada em jornalismo, ela trabalha como recepcionista na renomada Fatos&Furos. Mas, em tempos de internet e notícias instantâneas, a revista enfrenta problemas e o quadro de jornalistas diminuiu drasticamente. É assim que a coluna do horóscopo semanal cai no colo dela. Embora não tenha a menor ideia de como fazer um mapa astral e não acredite em nenhum tipo de magia, Luna aceita o desafio sem pestanejar. Afinal, quão complicado pode ser criar um texto em que ninguém presta atenção?Mas a garota nem desconfia dos perigos que a aguardam e, entre muitas confusões, surge uma indesejada, porém irresistível paixão que vai abalar o seu mundo. O romance perfeito — não fosse com o homem errado. Sem saída, Luna terá que lutar com todas as forças contra a magia mais poderosa de todas, que até então ela desconhecia: o amor.Com seu estilo ágil e fluido, Carina Rissi criou em No mundo da Luna uma leitura viciante, permeada de humor, magia e paixão, que vai conquistar você do início ao fim.

Sou uma fã devotada de Carina Rissi e quando eu vi o livro No mundo da Luna eu fiquei louquinha para comprá-lo. Demorei alguns bons meses e enfim o comprei! Ai demorei mais algum tempo para conseguir realizar a leitura, e, eu não poderia esperar menos da Carina! 

Luna é uma garota batalhadora, meio cabeça dura e muito convicta. Ela é recém formada em jornalismo e se sente realizada ao conseguir um emprego em uma revista renomada, mesmo que seja apenas como recepcionista. Trabalha na Fatos & Furos não é bem o que ela esperava, mas ela ainda está esperando a sua grande chance, quando finalmente terá uma coluna. Enquanto isso, ela aguenta o traste do seu chefe, Dante, que insiste em chamá-la de Clara, é super mal-humorado e grosseiro. Ah, as maravilhas de se trabalhar em uma revista.


Contando sempre com a ajuda de sua melhor amiga e colega de apartamento Sabrina, além de uma mãozinha da sua avó, da vizinha da frente e do seu irmão mais-cabeça-dura-ainda, Luna tem tudo o que deseja, menos, claro, a sua coluna. Até que, num belo dia, a colunista que escreve o horóscopo pede demissão e vai trabalhar na concorrente e pelo corte de custos que a revista está sofrendo sobra para Luna escrever sobre isto. O grande problema é, ela detesta horóscopo, não entende nada sobre isso, ou sequer acredita em qualquer uma dessas coisas. Mas, não se pode deixar nenhuma chance passar, não é mesmo?

Sendo metade cigana, Luna logo pede ajuda a sua avó para aprender a ler cartas, mas a vovózinha não a ajuda com a farsa, então Luna acaba por descobrir um jeito bem peculiar de "ler" o tarot para ajudá-la com a coluna. E é ai que tudo se complica!

Como se já não bastasse, o idiota do ex-namorado dela vai se casar e tem a audácia de a convidar para a cerimonia. Entre um gole e outro para afogar as magoas, Luna conhece o verdadeiro Dante, ou ao menos pensa que sim. E é ai que as coisas ficam ainda mais confusas.

O livro é todo narrado em primeira pessoa e tem pontos altos e baixos. Gostei bastante do fato da Luna ser metade cigana, mas acho que foi pouco explorado isto no livro. O Dante é o cara mais apaixonante que existe e um idiota ao mesmo tempo, mas isto só fez o livro ser mais instigante. Já a Luna é uma cabeça oca e cheguei a ficar com muita raiva dela em vários momentos por ela ser tão imatura! Sobre os personagens secundários, eu me diverti muito com o Raul, irmã da Luna, e gostei da Sabrina também e as cenas com a cachorrinha Madonna foram de longe as melhores!

Infelizmente preciso comentar que há diversas semelhanças de enredo entre este livro e Perdida, Ambas as protagonistas são cabeça dura, ambas fazem coisas que deixam seus amados brabos, ambas não gostam do mocinho quando o conhecem... E Dante e Ian, apesar de separados por alguns séculos também se assemelham demais, trabalhadores, preocupados, aguentando desaforos das amadas... Até parece reencarnação!
Creio que chegou a hora da Carina evoluir na escrita e em seus personagens e criar "mocinhas" mais fortes e maduras e também "mocinhos" diferentes e menos idiotas! =)

Resumindo, eu gostei do livro. Curti a história e os personagens. Gostei até mais deste do que de Destinado. Se eu indico a leitura? Claro, é uma ótimo livro para quem já é fã e para aqueles que ainda não conhecem a autora.

Mais alguém já leu este livro? O que achou? As semelhanças existem, não existem?

2 Comentários

  1. Essa autora é realmente UM AMOR!!!!
    Ai preciso ler esse livro, só li Procura-se um Marido e AMEI, agora preciso ler tudo dela, logo logo ele será lido

    Beijos

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Carina é uma fofa e uma fera na escrita! Os livros dela são deliciosos! *-*

      Excluir

Adoraríamos saber o que você achou do post!

Categorias