Título: The 100 - Os Escolhidos
Original: The 100
Autora: Kass Morgan 
Número de páginas: 288
Ano: 2014
Editora: Galera Record


Desde a terrível guerra nuclear que assolou a Terra, a humanidade passou a viver em espaçonaves a milhares de quilômetros de seu planeta natal. Mas com uma população em crescimento e recursos se tornando escassos, governantes sabem que devem encontrar uma solução. Cem delinquentes juvenis — considerados gastos inúteis para a sociedade restrita — serão mandados em uma missão extremamente perigosa: recolonizar a Terra. Essa poderá ser a segunda chance da vida deles... ou uma missão suicida.

A mais de 300 anos no espaço, a Colônia tem servido de moradia para três gerações de pessoas. Com o passar do tempo, naturalmente, a população aumentou e agora já passavam de 2.000 habitantes no espaço. A nave era dividida em três estações, Arcadia e Walden (onde viviam os menos afortunados e a classe operária) e Phoenix (onde ficava a classe rica sobrevivente do Cataclismo). Para controlar a população, todo e qualquer crime era penalizado com a morte e apenas os delinquentes menores de 18 anos ficavam presos e tinham direito a um julgamento, mas, nos últimos tempos, nem os delitos mais bestas estavam sendo perdoados.
A Colônia foi lançada antes da guerra nuclear que devastou o planeta Terra, assim como tornou a vida lá impossível. E agora, depois de tanto tempo, chegou a hora de voltar. Mas como ter certeza de que a Terra é habitável novamente?

A Colônia é controlada pelo Chanceler Jaha e sua equipe de conselheiros, todos eles eleitos através de votos. E são eles quem tomam todas as decisões, por piores que sejam. E é assim que 100 delinquentes juvenis são escolhidos para uma missão -praticamente suicida- afim de descobrirem se o planeta Terra é habitável. Para não gerar caos na população, a noticia permanece apenas entre os envolvidos, mas Wells, filho do Chanceler, descobre o que está havendo e dá um jeito de estar entre os 100 para proteger sua amiga Clarke. 


Na hora do lançamento, uma confusão é gerada por um garoto com uma arma e dá a deixa perfeita para um dos passageiros condenados fugir. Dando a ambos a oportunidade de ficarem com aqueles que amam.

Quero começar dizendo que só fui ler os livros porque comecei a assistir a série de TV e amei, tem até um post aqui no blog sobre ela, caso esteja interessado, clique aqui. Mas achei o livro bem mais fraco, e um tanto chato, comparado com a série. O livro é bem lento e se passa entre poucos dias, eu diria que deve ser um período de duas semana, ou três semanas. Tudo se foca na missão da Terra, no que está ocorrendo simultaneamente na Colônia e no passados dos personagens. O livro é narrado em terceira pessoa, e cada capitulo é focado em um personagem, ao todo são quatro história paralelas que formam a história principal. Os personagens são Clarke, Bellamy, Wells e Glass. Enquanto os três primeiros estão na Terra, Glass são nossos olhos no espaço e, apesar de ter achado a história da Glass bem desnecessária, entendo que ela é parte fundamental por ser a única ainda dentro da nave, mas digamos que qualquer um poderia contar essa história.

Como já comentei, o começo é bem lento, e até entender bem o que se passa demora. Creio que, se eu não tivesse assistido a série, eu teria ficado um tanto perdida na história. Os jovens delinquentes causam muita confusão uns com os outros até conseguirem se ajustar e entender que precisavam trabalhar juntos para sobreviver, Mas o que você poderia esperar? Eram todos jovens e delinquentes! haha'

O livro acabou em um momento crucial, fazendo com que eu tivesse vontade de saber a continuação, e também, eu preciso saber como vai se desenrolar a vida amorosa da Clarke, hahaha'. Então posso dizer que o livro é interessante e criativo e que vale a pena uma olhada nele sim! Você pode odiá-lo ou amá-lo, ai cabe a cada um ler e decidir!

Deixe um comentário

Adoraríamos saber o que você achou do post!

Categorias