Título: Os 13 porquê  Original:
Original: Thirteen reasons why
Autor: Jay Asher
Número de páginas: 256
Ano: 2009
Tradução: José Augusto Lemos
Editora: Ática

Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra um misterioso pacote com várias fitas cassetes. Ele ouve as gravações e se dá conta de que foram feitas por uma colega de classe que cometeu suicídio duas semanas antes. Nas fitas, ela explica que 13 motivos a levaram à decisão de se matar. Clay é um deles. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.


Ao voltar para casa, Clay encontra um pacote com fitas cassetes dentro, a principio ele não entende nada. Ele nem mesmo tem um toca fitas para ouvi-lás, porém, sua curiosidade o faz 'pegar emprestado' o toca fitas de um colega, e é ai que ele se arrepende... Mas também a vontade de saber o que Hannah -  a garota que cometeu suicídio a duas semanas atrás - está prestes a dizer o faz continuar a ouvir uma a uma daquelas fitas. Agora Clay precisa ouvir tudo para entender porque ele recebeu aquele pacote, e, porque ele também é um dos motivos para Hannah ter feito o que fez.

Quando chegar em casa amanhã, ou depois de amanhã, ela vai encontrar um pacote na porta da frente. Ou em cima da cama, se a mãe ou o pai ou outra pessoa chegarem primeiro. E vai pirar. Eu pirei.


Cada fita tem dois lados, e cada um deles é dedicado inteiramente a uma pessoa e seu envolvimento com Hannah, mas para entender, não basta ouvir apenas o que ela tem a dizer sobre você, mas sim tudo, detalhe por detalhe, pois foi o conjunto todo que acabou com a vida da garota. Junto das fitas, Clay recebe um mapa, para que, caso ele queira entender melhor, possa acompanhar a história mais de perto, visitando os locais que Hannah mencionava. Ela pensou em tudo.


Espero que vocês estejam prontos, porque vou contar aqui a história da minha vida. Mais especificamente, por que ela chegou ao fim. E, se estiver escutando estas fitas você é um dos motivos.



Com certeza ler um livro com esta temática nos causa um sentimento controverso. Ao acompanhar Clay noite adentro ouvindo a voz de Hannah sair dos fones para tentar entender tudo, fui gostando cada vez mais da personagem, e, a cada capítulo eu precisava lembrar que ela já não estava viva, que nunca voltaria ou viveria novas histórias. Foi complicado. O suicídio é algo terrível e coisas mais terríveis ainda têm de ocorrer para a pessoa chegar a este ponto. Durante a narração de Hannah senti repulsa por alguns personagens e pensava "como é que alguém tem coragem de fazer uma coisa dessas?" ou "como é que ninguém percebeu?". Claro, o livro é uma ficção, mas quem disse que não existem tais coisas mundo a fora? Quantas Hannahs já não sofreram com fofocas e bullying de um jeito tão extremo que retiraram suas próprias vidas?


Caso você se sinta tentado a romper as regras. Saiba que fiz uma cópia das fitas. Essas cópias serão liberadas de uma maneira bem escandalosa se o pacote não passar por todos vocês. Não tomei essa decisão no calor do momento. Não me menosprezem...mais uma vez.


Eu gostei da narrativa, me envolveu mesmo. Queria saber o que o Clay havia feito e fiquei com raiva dele sem nem mesmo saber, pois segunda a Hannah,ele também era parte daquilo! Mas então eu fui entendendo tudo e vendo onde tudo se encaixava, e tudo realmente se encaixava como um quebra cabeças. A narrativa estava sempre alternada entre Clay vivenciando tudo o que acontecia e Hannah contando sua história, seu sonho que se transformou em um pesadelo.

Não posso dizer que amei o livro, afinal, eu li ele inteiro mas ainda não achava motivos suficientes para a garota ter se matado. Obvio, eu não vivi o inferno que ela viveu, mas, ainda sou do pensamento de que tudo pode ser resolvido, basta termos coragem de falar.

Os 13 porquês é uma história que choca, então se está pensando em ler, tenha certeza de que pode lidar com todos os motivos e com todas as pessoas responsáveis pela morte de Hannah Baker.





2 Comentários

  1. Concordo totalmente sobre os motivos dela. Apesar de ser difícil falar por outra pessoa (só ela vai saber o que sentiu de verdade) eu achei que seria mais chocante ainda, mesmo assim eu gostee e emocionei muito do começo ao fim. Ótima resenha.
    Beijoos

    curaleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Tatty!
      Sim, tbm esperava algo super chocante para o fim.

      Excluir

Adoraríamos saber o que você achou do post!