Titulo: Eu pego esse Homem
Original: I Take This Man
Autor: Valerie Frankel
Número de Páginas: 296
Ano: 2008
Tradução: Márcia Frazão
Editora: Essência

Não é muito conhecido, é um pouco antigo, mas eu curti (:

Penny é uma noiva de 23 anos de idade, e lhe faltam poucos minutos para subir no altar, quando recebe um bilhete do seu noivo Bram cancelando tudo sem dar nenhuma explicação.

Ela fica chocada, óbvio, porém quem fica ainda mais revoltada é a mãe dela, Esther, que havia gasto uma grana preta no casório.

Esther fica tão revoltada que sequestra o ex-futuro-genro, confinando-o em sua mansão em Nova Jersey. Bram só será liberado após comer TODO o Buffet que ela havia encomendado (algo por volta 75 mil dólares!).

Penny resolve ficar na casa da mãe, para tentar se recuperar do trauma, ao invés de retornar ao seu apartamento em Nova York. A partir daí começa a tensão: será que ela vai descobrir que Bram foi feito refém? E se descobrir, será que vai apoiar Esther na vingança?


Com o bom humor da governanta Natasha, e Vita, a melhor amiga de Penny, o enredo se torna hilário!

Natasha é uma russa que leva comida para Bram, a mando de Esther, e sempre está dizendo algo sobre as torturas do seu país. E a naturalidade com que ela explica é que faz a gente rir. 

Vita é uma jovem atriz maluca e tagarela, sedenta por aventuras amorosas, tanto na ficção, quanto na vida real.

Logo após a besteira feita, Esther conhece Keith, o pai de Bram. E já está arrependida, pois o cara é um coroa sarado e, assim com ela, está desimpedido...

Aiaiai... quem mandou torturar o filho dos outros... é nisso que dá...

Beem divertido de ler! Recomendadíssimo para pessoas maduras e maiores de 18!




4 Comentários

  1. Haha, esse gênero não faz muito o estilo dos livros que eu leio, mas esse livro parece ser bem divertido. Eu já fiquei imaginando aqui como seria as situações que você falou xD

    http://refugiorustico.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem diver! Quanto a gosto, eu leio de quase tudo, mas quando trata-se de humor eu curto apenas humor inteligente. Embora apareça alguma besteirinha adulta (se é que fui clara) as partes divertidas aparecem quando Vanessa diz algo chocante sobre a Rússia. É engraçado pela naturalidade com que ela trata do assunto...

      Excluir
  2. Aloha Ana Paula!! ^.^

    Eu tenho esse livro há mil anos luz mais ainda não tive vontade de ler acredita!? ¬¬''

    Adorei a resenha e tem tortura russa no meio?? kkkkkkkkkkkkk Só não me diga que a mãe dela termina com o pai dele kkkkkkkkkkkkkkkk

    :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rafaela!
      O que eu posso dizer?? O livro é simples, mas bem humorado... Li em dois dias... É engraçado e bem light de se ler! As torturas russas aparecem de alguma forma haha... só não digo como :D quanto ao final, há muita coisa que acontece até lá ainda. Espero que goste! beijos

      Excluir

Adoraríamos saber o que você achou do post!