Titulo: A Culpa é das Estrelas
Titulo Original: The fault in Our Star
Autor: John Green
Número de Páginas: 288
Ano: 2012
Tradução: Renata Pettengill
Editora: Intrínseca

Hazel é uma garota que convive com o câncer. Augustus é um garoto que teve uma perna amputada, mas está livre de sua doença. Eles se conhecem em um grupo de apoio, se apaixonam e o resto é história.
Como já havia comentado no post Li até a página 100 achei o começo da história meio insossa. O jeito super rápido como o Augustus se apaixona pela Hazel foi tipo, surreal - O.k é um livro de ficção, tudo pode acontecer.
Na real, eu gostei do livro, chorei horrores e mais dois terços do oceano com ele, mas isso porque é uma história sobre câncer! Doença! Morte! Quem não chora? - Geralmente quando leio um livro, entro no personagem e imagino todo o sentimento, as emoções, a tristeza que aquela pessoa -se fosse real, ou pior, se fosse eu sentiria - por isso eu acabou me debulhando em lágrimas na grande maioria das vezes!
Atenção, pessoas com o coração frágil, não leiam este livro!
Achei muito fraco o gancho da história, toda aquela coisa de viajem para conhecer o Van Houten. Desnecessário! John Green me disseram que você era um gênio, agora estou desapontada! O.k ficção, tudo pode acontecer, mas não deveria! Na minha cabeça ficou estabelecido que a Hazel estava tão mal numa UTI e tal, que sua mente inventou tudo isso e a coisa toda não passou de um devaneio. Minha opinião? A história poderia ter sido melhor. Mesmo assim, quando eles embarcam de volta eu senti que a coisa começou a ficar real, Tanto sentimento, tanta emoção. Coisas reais. Coisas que acontecem com pacientes de câncer real!
Amei o livro dos capítulos finais, detestei o começo. E gora, como faço?
Tirando todas minhas reclamações do começo do livro e do quanto fui enganada quando me disseram que ele era Muito Bom, e eu classifico apenas como bom, as lágrimas do final me valeram a pena e também todas as reflexões filosóficas que o livro trás sobre a doença e tudo mais.
Fazer o que? Alguns infinitos são maiores que outros...

Sr. John Green, gostaria de um epílogo, por favor. 

- Estou apaixonado por você - ele disse,baixinho
- Augustus - falei.
- Eu estou - ele disse, me encarando,e pude ver os cantos dos seus olhos se enrugando. - Estou apaixonado por você e não quero me negar o simples prazer de compartilhar algo verdadeiro. Estou apaixonado por você, e sei que o amor é apenas um grito no vácuo, e que o esquecimento é inevitável, e que estamos todos condenados ao fim, e que haverá um dia em que tudo o que fizermos voltará ao pó, e sei que o sol vai engolir a única Terra que podemos chamar de nossa, e eu estou apaixonado por você. (Pag. 142)


Mais alguém acabou desanimado com este livro assim como eu? Comentem!



 

5 Comentários

  1. Ganhei o livro de Natal *____* Está na minha lista de 70 livros para ler xD Pelo menos está entre os primeiros. Todo mundo fala que a história é linda e muito emocionante, estou ansiosa para ver como realmente é ;3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siim a história é linda e muito emocionante. Só achei o começo meio nonsense. heheh

      Excluir
  2. Acabei de ler esse livro hoje. É bonitinho, nada muito elaborado. O que fez as pessoas gostarem deste livro foi seu toque de realidade, nada de doentes heróis e limpinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza. Pois como diz no livro, não é uma história sobre câncer, mas uma história de amor <3

      Excluir
  3. Essa foi a melhor crítica desse livro que eu li em muito tempo. Deixando de lado o câncer, achei a história bem mais ou menos, apesar de bem escrita. Parabéns!

    ResponderExcluir

Adoraríamos saber o que você achou do post!