Título: Três Domingos em uma Semana
Original: Three Sundays in a Week
Autor: Edgar Allan Poe
Número de páginas: 4
Ano: 1841
Tradução: Fonte não localizada

Conto disponibilizado pelo desafio literário #12mesesdepoe (criado pelo blog Anna Costa) para o mês de junho.

Três domingos numa semana (1841) fala de paradoxos temporais e viagens no tempo décadas antes de A Máquina do tempo (1895), de H. G. Wells, e da teoria da relatividade geral de Einstein. Em conto de raro humor, quase escachado, Poe desenvolve enredo baseado em diferenças cronológicas comuns em viagens marítimas do século 19, fato que gerou discussões à época: viajantes de navio que circundavam o globo em direções opostas registravam datas diferentes nos diários de bordo. 

(Atenção: contém spoiler!)  

O sobrinho-neto do senhor Rumgudgeon foi criado por ele e amava Catarina, a filha dele. Como o sentimento da moça era recíproco, ele resolve perguntar ao velho homem se ele era favorável ao casamento deles.

Rumgudgeon responde que aceitará que sua filha se case com ele apenas quando houvesse três domingos em uma semana. E, apesar de parecer brincadeira, ele falava sério.

Ocorreu então que uns conhecidos de Catarina que eram marinheiros, haviam voltado de viagem recentemente e foram visitá-los. Conversa vai, conversa vem, o sobrinho resolve convidá-los para um jogo de whist no dia seguinte. O capitão Pratt diz que domingo não é um dia adequado para tal jogo. Mas Catarina e seu pai acham estranho, tendo em vista que naquele dia em que se passava a conversa já era domingo.

Olá pessoas!
Como vão nesta linda sexta-feira! Hoje vou fazer um "entre aspas" um pouco diferente do que estou acostumada... O fato é que sempre faço e livros que já li, porém hoje vou fazer de um que ainda estou lendo.

O Ciclista Mascarado é uma obra que conta a história real do musico Neil Peart e da aventura de bicicleta que ele fez pela Africa Ocidental, especificamente em Camarões.

O livro além de contar muito sobre a cultura e a realidade dos locais por onde passou e das pessoas, traz várias reflexões que o musico teve durante a jornada. Eu estou adornado a leitura, por isso não quis esperar mais para poder compartilhar um pouco deste livro com vocês! Em breve vai ter resenha do mesmo aqui no blog!

"Mas esta é a parte boa do futuro: não apresenta qualquer falha até que se torne presente."

Oii Pessoinhas!

Fui ao cinema ver o filme, e obvio que tinha que contar um pouco para vocês! Então vem comigo e vamos falar sobre Antes Que Eu Vá.


Antes Que Eu Vá é um dos meus livros favoritos, então quando soube que haveria um filme eu fiquei eufórica, contando os dias para a estreia. Porém, o cinema aqui da minha cidade tem apenas uma sala (é um dos poucos cinemas de rua que ainda existem no Brasil) e a seletiva de filmes deles é geralmente feita visando o lucro (obvio) então, eles optam por passar apenas filmes famosos que tem publico garantido. Outro problema, os filmes 98% das vezes são dublados (sim, eu sou dessas, não gosto mesmo de filmes dublados). Voltando ao filme, ele estreou e não passou aqui (so sad) e eu perdi as esperanças de vê-lo na telona. Porém, chegou o dia dos namorados e com ele uma surpresa, o cinema fez uma sessão única em comemoração à data com o filme Antes Que Eu Vá, e lá fui eu, arrastando meu noivo junto para ver mais um do que ele chama  de “teus filmes de menininha”.

Título: Os últimos Casos de Miss Marple
Original: Miss Marple's Final Cases
Autor (a): Agatha Christie
Número de páginas: 185
Ano: 2015
Tradução: Márcia Knop e Pedro Gonzaga
Editora: L&PM Pocket

Miss Marple, a simpática velhinha que adora tricotar e passou a vida em St. Mary Mead, tem um faro apurado para o crime. Mesmo naquelas situações em que uma morte parece natural ou quando todos acreditam tratar-se de um acidente, ela não consegue deixar de notar algo suspeito.

Miss Marple, para quem ainda não conhece, é uma velhinha muito observadora que mora na pequena cidade de St. Mary Mead. Nesse vilarejo fictício, é onde se desdobram várias cenas de investigação resolvidas por Marple, uma das personagens mais famosas e queridas, criada pela rainha do crime Agatha Christie.

Os Últimos Casos de Miss Marple reúne sete contos onde a presença de Miss Marple se faz necessária para a resolução de situações misteriosas e difíceis de resolver. Os outros dois contos que vêm como bônus nessa edição, não falam sobre crimes a serem resolvidos, mas apresentam certo ar de mistério de fatos sobrenaturais e inexplicáveis pela lógica.

Santuário

Um homem chega ferido em uma igreja e Bunch, a esposa do vigário, presencia o fato e ouve suas últimas palavras. Bunch pedirá ajuda à sua velha tia que é perita em resolver casos assim. A tia é nada mais nada menos do que Miss Marple, que rapidamente arma um plano para pegar o(a) assassino(a).

Uma piada incomum

O casal de jovens Edward Rossiter e Charmian Stroud tem certeza absoluta que seu tio havia deixado uma fortuna escondida para eles antes de morrer. O problema é que já tinham procurado o “tesouro” em todos os lugares possíveis. Bom, quase todos os lugares possíveis, pois Miss Marple irá encontrar no lugar mais improvável uma herança mais improvável ainda.

O caso da fita métrica

No vilarejo de St. Mary Mead, um crime premeditado e a sangue frio já parece bastante óbvio. O marido de uma mulher com uma rica fortuna parece ter se livrado dela para herdar tudo, mas a simpática e irreverente velhinha Miss Marple irá investigar no passado outra razão para a morte da senhora Spenlow.


Olá pessoal! Como foi a semana se vocês? Bastantes leituras?
Aqui nós estamos de vento em popa procurando atingir as metas de 2017 :)

Bem, para quem não viu, há algumas semanas selecionei citações do primeiro livro da saga Harry Potter, e como gosto dos livros demais da conta vou continuar com as frases dessa história mágica.

Hoje é a vez das citações do livro Harry Potter e a Câmara Secreta (resenha aqui). Confiram os quotes escolhidos:
“Você também vai descobrir que Hogwarts sempre ajudará aqueles que a ela recorrerem.”